astrologia consciente
Blog

O que eu gostava de ter sabido aos 18 anos

Tens uma questão?
Image Fotografia de Pete Bellis
Desafios 2018.05.27

Alguns de nós nascem já velhos. Não no sentido de “sábios” (embora também isso seja possível), mas no sentido mais negativo da palavra: rígidos, intolerantes, receosos da mudança. Encontramos nos mapas natais destes “Benjamin Buttons” uma forte influência de Saturno, ou do signo Capricórnio – ou de ambos.  Com alguma sorte, a vida vai-nos rejuvenescendo aos poucos, aligeirando o modo como pensamos e agimos, apurando o nosso sentido de humor perante o absurdo e o inesperado à medida que a ansiedade de perder o controlo vai dando lugar a uma espécie de serena aceitação – como se em vez de tentar travar a onda começássemos a aprender a surfá-la, mesmo quando não apetece ou não dá jeito nenhum. 

Esta é por isso uma mensagem para um “velho eu” de 18 anos, onde quer que esse “eu” esteja: no Passado, na memória ou mesmo num cantinho qualquer da minha (in)consciência presente.

  1. Os teus planos vão falhar, e ainda bem. As melhores coisas são as que não estão escritas em nenhum guião. Prepara-te como puderes para improvisar quando as circunstâncias te “trocarem as voltas”, e não receies admitir que até os projetos mais sensatos podem falhar por motivos que não era suposto preveres.
  2. Não te leves tão a sério. Às vezes uma piada parva é só uma piada parva, não um míssil termo-nuclear. Afinal (e bem podes suspirar de alívio!), nem todas as conversas têm que ser sobre temas de absoluta gravidade e importância.
  3. Mexe esse corpo! Estabelece um domínio realmente saudável dos teus limites físicos: expande-os com respeito mas determinação, torna-te mestre do sacrifício para conquistar mais um km de corrida, ou mais 10 burpees de seguida. A tua mente será tão mais forte se o teu corpo participar no esforço consciente de seres cada vez mais e melhor.
  4. Encara as novas experiências como oportunidades em vez de ameaças. Aquele friozinho no estômago que acompanha cada situação desconfortável é bom sinal: significa que estás prestes a transpor um limite pessoal, um medo, uma frustração, uma desconfiança. Mostra que há qualquer coisa a ser descoberta naquela situação que te fará descodificar um pouco mais sobre ti própria.
  5. Tens mais em comum com as outras pessoas do que pensas: elas também não sabem quem são e muito menos o que andam cá a fazer. Todos somos inseguros, a diferença está na máscara que cada um escolhe para se disfarçar de Sr./a. Super-Confiante-&-Bué-Convincente. Não deixes que as máscaras te façam sentir menos do que és, ou desistir de descobrir os seres humanos fascinantes que se escondem por detrás delas.
Partilha este artigo
© 2017 - 2022. Astrologia Consciente - Todos os Direitos Reservados